O IBEG estabeleceu convênio com a Fundação Cultural Palmares para a execução do projeto: Mapeamento e Publicação do Patrimônio Cultural das Comunidades Quilombolas no Estado do Amapá, certificadas e/ou tituladas pela Fundação Cultural Palmares”.

Trata-se do Mapeamento das 28 Comunidades Quilombolas Certificadas e/ou tituladas no Estado do Amapá através do Governo Federal, por intermédio da Fundação Cultural Palmares, levando em consideração seus bens, saberes, celebrações, formas de expressões e lugares, conforme o Inventário Nacional de Referências Culturais do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Logo-IBEG-Palmares

O que é a Fundação Cultural Palmares?

Criada em 1988, a Fundação Cultural Palmares é uma instituição pública vinculada ao Ministério da Cultura que tem a finalidade de promover e preservar a cultura afro-brasileira. Preocupada com a igualdade racial e com a valorização das manifestações de matriz africana, a Palmares formula e implanta políticas públicas que potencializam a participação da população negra brasileira nos processos de desenvolvimento do País.

Fruto do movimento negro brasileiro, a Fundação Cultural Palmares foi o primeiro órgão federal criado para promover a preservação, a proteção e a disseminação da cultura negra. Em seu planejamento estratégico, a instituição reconhece como valores fundamentais:

COMPROMETIMENTO com o combate ao racismo, a promoção da igualdade, a valorização, difusão e preservação da cultura negra;
CIDADANIA no exercício dos direitos e garantias individuais e coletivas da população negra em suas manifestações culturais;
DIVERSIDADE, no reconhecimento e respeito às identidades culturais do povo brasileiro.